Teatro

OVELHAS QUE VOAM SE PERDEM NO CÉU

“Próximos, mas separados por um abismo”. Assim estão a maioria das personagens. A solidão passeia por quase todas as histórias da peça, mas evita lamentações ou sentimentalismos que poderiam torná-la um clichê. Ao contrário, a beleza está em oferecer como companhia à solidão um toque de ironia, um toque de deboche, um toque de esperança.

Ficha Técnica:

Texto: Daniel Pellizzari.
Elenco: Nelson Peres, Rebecca Leão, Gabriela Fortanell, Walter Figueiredo, Eldo Mendes, Maurício Bittencourt, entre outros.
Direção e adaptação: Mário Bortolotto.

Serviços:

Teatro Cemitério de Automóveis – R. Francisca Miquelina, 155. Bela Vista.
Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$40.
60min. 16 anos.
De 12 a 14/04.